AHRESP avisa que eventuais novas restrições têm de “ter em conta” impacto na economia

A experimentar

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defende que o Governo deve tomar medidas de forma ponderada tendo em conta as dificuldades económicas que o setor atravessa.

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) alertou esta segunda-feira que qualquer decisão a tomar pelo Governo para conter a nova vaga da pandemia deve ser “devidamente ponderada” “ter em conta” o impacto na economia.

“A propósito da reunião do Infarmed [realizada na passada sexta-feira], a AHRESP considera que qualquer decisão que o Governo venha a tomar deve ter como base uma análise realista e ter em conta as consequências para as atividades económicas”, sustenta a associação no seu boletim diário, divulgado esta segunda-feira.

Continue a ler o artigo em Diário de Notícias.

Últimas