Azeite quer seguir caminho do vinho na captação de turistas

A experimentar

Oleoturismo pouco desenvolvido, ao contrário do que acontece em vários países europeus.

Ao contrário do enoturismo, já muito em voga, a atração de turistas através de experiências com azeite ainda dá os primeiros passos em Portugal. O oleoturismo começa, no entanto, a ser visto como forma de acrescentar valor aos olivais e lagares, e alguns produtores já começaram a desenvolver programas com esse objetivo. A cosmética à base de azeite também tem seguidores.

Na Europa, Espanha e Itália são os países que levam a dianteira na implementação do oleoturismo. O objetivo é envolver os visitantes em experiências que começam no olival, durante a vareja e colheita da azeitona, passam por provas de azeites, e acabam à mesa durante um repasto que promove a harmonização com gastronomia e vinhos.

Continue a ler o artigo em Jornal de Notícias.

Últimas