Os espumantes portugueses que merecem brilhar em qualquer mesa

A experimentar

Ricardo Morais, Head of Sommelier do JNcQUOI, sugere espumantes nacionais que têm lugar marcado em qualquer ocasião e em qualquer mesa. Esta é uma das muitas propostas apresentadas no guia dedicado aos vinhos Espumantes e Rosés oferecido pelo Expresso ao leitores, este sábado, dia 23 de outubro.

Este sábado, dia 23 de outubro, o Expresso oferece aos leitores o terceiro de quatro guia de vinhos, que é dedicado aos espumantes e rosés. Ricardo MoraisHead of Sommelier do restaurante JNcQUOI, em Lisboa (Garfo de Prata no guia Boa Cama Boa Mesa 2021) sugere espumantes nacionais que têm lugar marcado em qualquer ocasião e em qualquer mesa.

Para ter sempre no frio:
Quinta do Poço do Lobo Arinto e Chardonnay 2016, Bairrada
Presença obrigatória na minha cave de vinhos, junta o melhor da acidez do Arinto com a cremosidade do Chardonnay, o que o torna extremamente versátil seja para um final de tarde descontraído ou para a mesa com ceviches, sushi ou mesmo peixes grelhados. Uma excelente opção para conhecer as Caves São João e depois ir para outras referências deste produtor Histórico

JNcQUOI Avenida Francisco de Almeida Dias

Para todas as ocasiões:
António Guerreiro Bruto 2017, Bairrada

Idealizado por uma das grandes referências dos sommeliers em Portugal, podíamos desde logo pensar que seria super complexo e apenas para “Wine Geeks”, mas António Guerreiro apresenta neste blend de Baga e Arinto da Bairrada um vinho fresco, elegante e de uma precisão que será muito apreciada com petiscos ou mesmo a solo.

Continue a ler o artigo em Boa Cama Boa Mesa.

Últimas