Lançadas novas colheitas da marca Aveleda, um portfólio já com 9 referências

A experimentar

Após a renovação do seu portfólio de vinhos brancos aquando dos seus 150 anos em 2020, a Aveleda lança agora as novas colheitas, incluindo as Special Series que incluem dois Alvarinhos de solos distintos e, ainda, um par de parcelas selecionadas que pretendem demonstrar a qualidade e excelência das duas castas mais prestigiosas da região, Alvarinho e Loureiro.

O Aveleda Fonte Branco é produzido a partir de castas autóctones nomeadamente, Arinto, Loureiro, Trajadura, Fernão Pires, o Aveleda Fonte Branco é a expressão original da região dos Vinhos Verdes. A vindima noturna garante a frescura das uvas e a manutenção das suas propriedades aromáticas, a prensagem é suave e a baixa pressão. A fermentação alcoólica é feita a temperaturas controladas, seguida de estágio em cuba inox, durante o qual se mantêm as borras em suspensão, permitindo extrair o máximo de aromas da casta. De aparência cristalina e cor amarelo limão, este vinho é elegante, de bouquet fresco e frutado, com notas de maçã verde e lima. Crocante, de uma mineralidade penetrante e repleto de notas refrescantes de citrinos, este vinho é extremamente versátil, perfeito para acompanhar os simples prazeres da vida.

A gama Aveleda Castas conta com três referências, mas apenas duas castas, Alvarinho e Loureiro. As uvas que dão origem a estes vinhos são vindimadas durante a noite para garantir a frescura das uvas e a manutenção das suas propriedades aromáticas. As uvas são então sujeitas a prensagem suave a baixa pressão. A fermentação alcoólica é feita a temperaturas controladas, seguida de estágio em cuba inox.

O Aveleda Loureiro é produzido a partir da casta mais expressiva da região dos Vinhos Verdes, este monovarietal destaca-se pela estrutura e densidade evidentes, resultado de um modelo de viticultura único que permite maior concentração de aromas e açúcares nas uvas. Na cor, este vinho revela tons amarelo limão e uma auréola cristalina. Aveleda Loureiro revela todo o seu esplendor aromático, através de notas florais e cítricas. Um vinho frutado e harmonioso com notas suaves a toranja e a flores brancas, típicas da casta, que se misturam num final crocante.

Continue a ler o artigo em Enoturismo de Portugal.

Últimas