Como fazer: Lulas recheadas à grega

A experimentar

Para levar para a praia ou para o campo, ou para fazer em casa e surpreender amigos e família, esta receita fácil, saudável e saborosa foi especialmente preparada, a partir de um produto português, com o objetivo de promover uma dieta equilibrada. Na receita é indicada a presença de alergénios e a classificação de vegetariana ou vegan.

Produto: Cebola-roxa
Símbolo de inteligência na China antiga, a cebola é cultivada há mais de 5000 anos. Atualmente popularizada um pouco por todo o mundo, os vestígios mais antigos da sua produção remontam à Mesopotâmia, seguindo-se o Egito, Grécia, Império Romano, resto da Europa e do mundo depois, tendo sido Cristóvão Colombo a introduzi-la na América. Branca, doce, chalota, amarela e roxa são as variedades mais comuns, sendo a última particularmente indicada para ser consumida crua, dada a suavidade do seu sabor, em vinagretes, saladas, sanduíches, assada, em chutney e em picles, por exemplo. Outro dos seus atrativos é a cor, que se mantém bonita mesmo quando cozinhada.

Receita: Lulas recheadas à grega
Tempo: 60 minutos Dificuldade: Fácil Preparação: 6

Ingredientes:
4
 lulas frescas grandes
1 colher de chá de alho em pó
1 curgete
2 tomates de rama
100g queijo feta
1 cebola-roxa picada
4 colheres de sopa de azeitonas picadas
6 colheres de sopa azeite
2 colheres de sopa de salsa fresca + suficiente para polvilhar
2 colheres de sopa de hortelã fresca + suficiente para polvilhar
1 copo de vinho branco
220 g de arroz basmasti
1 colher chá de sal
250 g de tomate-cereja

Continue a ler o artigo em Boa Cama Boa Mesa.

Últimas