Todos às vindimas: 5 quintas no Douro para arregaçar as mangas

A experimentar

A época mais esperada no ano vinícola chegou à região duriense e estas cinco quintas abrem os portões aos visitantes, propondo-lhes programas com apanha e pisa das uvas, visitas, provas de vinhos e de iguarias regionais.

1. Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, Sabrosa

A propriedade está referenciada desde a primeira demarcação pombalina em 1756. Em 2005, Luísa Amorim avançou com o projeto enoturístico, que inclui alojamento e restaurante – o Terraçu’s, que tem André Carvalho como chefe de cozinha – na casa senhorial de 1764. A experiência “Um dia na Vindima do Douro” propõe apanha de uva numa das parcelas da quinta (previamente, é dada formação aos participantes), logo pela manhã, seguida de visita guiada à adega e ao Wine Museum Centre Fernanda Ramos Amorim, com prova de vinhos. O programa termina com almoço, um menu de degustação de três momentos, com harmonizações sugeridas pelo sommelier e o magnífico cenário duriense por companhia. Covas do Douro, Sabrosa > T. 96 986 0056 ou quintanovawineryhouse@amorimfamilyestates.com> até 24 set (sujeito a confirmação) > €150 por pessoa, só para grupos de 10 ou mais pessoas

2. Quinta da Vineadouro, Vila Nova de Foz Côa

Os vinhedos da Vineadouro

Perto da histórica aldeia de Numão, no Douro Superior, esta propriedade secular com 140 hectares (apenas quatro com vinhas), pertencente à mesma família desde o séc. XVIII, acolhe um novo projeto vitivinícola: os primeiros vinhos da marca foram lançados em 2020. Este almoço de vindima preparado na Vineadouro, com a presença dos vinhateiros, é a oportunidade de ficar a conhecer a fundo os vinhos e a quinta, onde nascerá um wine hotel. Há outras experiências enoturísticas disponíveis, por marcação, como passeios ao castelo de Numão, de barco ou piqueniques. Estrada da Barragem do Catapereiro, Numão, Vila Nova de Foz Côa > T. 91 200 7287 ou geral@vineadouro.com > 18 set > €40

Continue a ler o artigo em Visão.

Últimas