Com a arte e a gastronomia no menu

A experimentar

Entre Vilamoura e Quarteira e a dois passos de Loulé, o Anantara Vilamoura Resort não descansa à sombra das 5 estrelas. A inovação na oferta é uma aposta nos tempos difíceis vividos pelo setor do turismo.

O local é de sonho, a arquitetura um must do minimalismo sumptuoso, mas a atenção de revistas como a Vogue norte-americana (a que é dirigida por Anna Wintour) e da Forbes não se conquistam apenas com a sedução do espaço. Num setor tão competitivo como o turismo de luxo, o Anantara Vilamoura Resort aposta na constante renovação (e diversificação) da oferta de experiências aos seus hóspedes, mas também à comunidade, como diz ao DN Marta Mota Pinto, diretora do resort. Isto porque pertencendo, desde 2017, à cadeia Minor Hotels (antes era o Tivoli Victoria, inaugurado em 2009), o Anantara não quer ser igual a todos os outros da marca, mas aposta na essência algarvia: “Procuramos sempre oferecer a quem nos visita uma amostra representativa e apelativa da cultura local. Isto tem dois sentidos: por um lado, agrada aos hóspedes, por outro, envolve a comunidade que perde aquela ideia do resort como bolha que lhes é vedada.”

Continue a ler o artigo em Diário de Notícias.

Últimas