Vinho, gastronomia de conforto e doçaria. Descubra os sabores de Viseu Dão Lafões

A experimentar

Um receituário com centenas de anos de história, doces que nascem como homenagens a figuras da região e um acompanhamento que nunca pode faltar: o vinho do Dão.

Se em tempos a vontade de viajar implicava meter-se num avião e sair do País, com a pandemia aprendemos, cada vez mais, a dar valor ao que temos em Portugal. Conhecemos sítios onde nunca tínhamos ido, provámos iguarias que julgávamos não existirem e percebemos que ainda há muito mais para conhecer, especialmente quando falamos em gastronomia.

Pergunte a qualquer turista, qualquer que seja a sua origem, quais as coisas de que mais gosta em Portugal. A primeira resposta será, provavelmente, o clima, a segunda? A comida. Este é um País que gosta de bem servir em todas as regiões e onde a criatividade e imaginação para conjugar sabores e texturas parece não ter limites.

É na região Viseu Dão Lafões que encontramos algumas dessas iguarias. Começando por Viseu, a terra de Viriato e que tem, inclusive, um doce regional em sua homenagem. Um doce em forma de V feito com uma massa especial cujo segredo está bem guardado, este bolo é recheado com doce de ovos e regado com uma camada de açúcar granulado antes de ser servido.

Continue a ler o artigo em MAGG.

Últimas