Restaurantes contra novas medidas pedem reunião de urgência à Câmara de Braga

A experimentar

A União de Restaurantes do Minho (URMinho) manifestou-se, esta sexta-feira, contra as novas medidas anunciadas pelo Governo – teste ou certificado digital para jantar e almoçar no interior dos estabelecimentos ao fim de semana – e adianta que irá pedir uma reunião de urgência à Câmara de Braga por causa das esplanadas.

Em comunicado, a URMinho considera que esta medida “não é só apenas mais uma ‘trapalhada’”, mas mostra “o total abandono, durante estes quase dois anos”, a que o setor foi remetido.

“Como já não bastava ter de ‘empurrar’ os clientes às 22:30, agora temos de os fiscalizar. Esta medida avulsa aparece, apenas, para retirar o cerco a Lisboa (ou desconfinar, como quiserem), embatendo com enorme estrondo, na plena capacidade de trabalhar da restauração”, defende a associação.

Continue a ler o artigo em O Minho.

Últimas