Algas para que vos quero? Para enriquecer o pão, as omeletes e outros pratos que tais

A experimentar

Os portugueses ainda as incluem pouco na alimentação, não obstante a sua riqueza nutricional e de sabor. Mas há uma empresa de Ílhavo empenhada em inverter a tendência. A Algaplus está a aumentar a produção e vai lançar novos produtos. Para abrir o apetite: receita de Omolete com alface-do-mar.

Bastam uns pozinhos para dar um sabor especial a iguarias básicas, como omeletes, ovos mexidos, panquecas ou quiches. Também podem ser usadas em pratos mais elaborados, nomeadamente risottos, lasanhas e sopas, com uma vantagem adicional: além de saborosas, são ricas em nutrientes. Amadas pelos asiáticos, as algas ainda não conquistaram o espaço que merecem na cozinha dos portugueses. Uma realidade que pode estar prestes a mudar, com a ajuda da Algaplus, empresa portuguesa que se dedica ao cultivo controlado e sustentável de macroalgas autóctones, com certificação biológica. Em breve, irá fazer chegar às grandes superfícies comerciais as algas que vai produzindo nas águas da ria de Aveiro, a partir de Ílhavo.

Continue a ler o artigo em Público.

Últimas