Escolher o que é português contribui para diminuir a poluição ambiental e melhora a economia portuguesa

A experimentar

Segundo as normas da comercialização de hortofrutícolas, por exemplo, a informação sobre a origem do produto deve estar visível ao consumidor, seja na placa de informação ou até mesmo na etiqueta do produto.

Principalmente agora, em que sofremos os efeitos catastróficos da pandemia na economia, é muito importante consumir o que é nosso!

É uma medida que ajudará, e muito, a melhorar a situação financeira de Portugal, já para não falar dos benefícios de saúde em termos de consumo de alimentos. Um produto exportado é um produto que, por norma, necessita de mais conservantes para suportar, em condições de higiene e segurança alimentar, as deslocações.

Continue a ler o artigo em O Jornal Económico.

Últimas