Receitas de bacalhau da avó inspiram ementa de restaurante dedicado… ao polvo

A experimentar

À lagareiro, à Brás ou à minhota. Eis alguns clássicos feitos a preceito pelas mãos de Carla Duarte, no centro de Oeiras. Curiosamente, a Confraria do Polvo tem na génese receitas de bacalhau.

Chama-se Confraria do Polvo e abriu, em dezembro de 2017, no coração da vila de Oeiras. A criação do restaurante tem origem no incentivo constante feito pelos amigos, para quem Carla Duarte cozinhava com gosto. “Trabalhei muitos anos numa marca de delivery durante os quais supervisionava duas lojas e sempre tive vontade de abrir um negócio próprio” até ao dia em que decidiu eleger o polvo com o ingrediente principal. O passo seguinte foi “adaptar as receitas de bacalhau da minha avó para o polvo”, até acertar. Ainda hoje pede aos amigos para experimentarem os pratos novos e darem a sua opinião. “Tudo é por tentativa e erro.” defende.

Confraria do Polvo

Comece por escolher as entradas “Para picar” da Confraria do Polvo. Croquetes de ervilhas e coentros, e Croquetes de batata-doce (€2 cada dose). Atente na Salada de polvo ou no Pica-pau de peru (€6 cada dose), mas não se irá arrepender se eleger o Pica-pau de polvo.

Continue a ler o artigo em Boa Cama Boa Mesa.

Últimas