Sistemas Alimentares Inovadores e Sustentáveis: O que acontece hoje em Lisboa

A experimentar

A promoção de iniciativas de exploração de base regenerativa e de fortalecimento dos sistemas alimentares de cadeia curta de base local e regional é hoje vista como prioritária, tendo presente o seu impacto no aumento da resiliência dos territórios às alterações climáticas, na promoção da biodiversidade e na aceleração da transição para sistemas económicos mais inclusivos e de base circular.

Além do potencial de influência nos sistemas de produção, importa ainda que as cidades assumam um papel na promoção da sustentabilidade associada aos padrões de consumo de alimentos. Para que tal aconteça é essencial o envolvimento de todos os atores da cadeia de valor, nomeadamente as grandes marcas do setor alimentar e da venda a retalho, do comércio local, bem como, os cidadãos em geral.

Continue a ler o artigo em TecnoAlimentar.

Últimas