Sustentabilidade, tradição e cozinha de inovação: Coimbra é Região Europeia de Gastronomia

A experimentar

Uma “Carta da Região” e um observatório de estudo e investigação que vai fazer a ponte entre os pratos tradicionais e a cozinha de inovação são apenas algumas das iniciativas previstas.

Sob o lema “A million food stories”, até meados de 2022, a par da Eslovénia, Coimbra vai ser a Região Europeia de Gastronomia 2021-2022. A iniciativa foi apresentada no principio da semana em Coimbra, e pretende, segundo o compromisso assumido entre o Governo, os 19 autarcas da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra e dezenas de entidades públicas e privadas, “a afirmação e sustentabilidade da gastronomia a nível económico, ambiental e social”. Pela parte do Governo, que se fez representar por dois ministros e um secretário de Estado, Ana Abrunhosaministra da Coesão Territorial, assumiu ser este um investimento numa “maior sustentabilidade” do setor agroalimentar, “que respeite o ciclo produtivo” e promova as “cadeias curtas” da comercialização e constitui um desafio para “reforçar a identidade e a união”.

Continue a ler o artigo em Boa Cama Boa Mesa.

Últimas