Preços mundiais dos produtos alimentares continuam a subir

A experimentar

Os preços internacionais dos produtos alimentares aumentaram em abril pelo 11º mês consecutivo, com o açúcar na liderança e os cereais mantendo a tendência de alta, conforme divulgado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Especificamente, o índice de preços dos alimentos ficou, em média, nos 120,9 pontos em abril, ou seja, 1,7% a mais que em março e 30,8% acima do nível registado no mesmo mês do ano passado.

Este índice, reporta a FAO, atingiu o maior nível desde 2013 e, em termos nominais, está 12% abaixo do recorde histórico de fevereiro de 2011.

Açúcar

O índice de preços do açúcar subiu 3,9% no mês e atingiu patamares quase 60% superiores aos registados em abril de 2020, devido a preocupações com o lento andamento da safra no Brasil e os prejuízos das geadas na França, que aumentaram as preocupações sobre uma escassez de oferta global.

Óleos vegetais

Da mesma forma, o índice de preços dos óleos vegetais subiu 1,8% em abril devido ao aumento dos preços internacionais do óleo de palma, devido ao medo de que o crescimento da produção nos principais países exportadores fosse mais lento do que o esperado. Da mesma forma, os valores do óleo de soja e de colza aumentaram ainda mais, enquanto os preços do óleo de girassol caíram moderadamente.

Continue a ler o artigo em TecnoAlimentar.

Últimas