Cooperativa do Pico investe em visitas enoturísticas

A experimentar

A Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico foi fundada em 1949, pelo esforço dos produtores, ao tentar recuperar as castas nobres e a cultura da vinha em curral de pedra, o que constitui, hoje uma paisagem classificada como Património Mundial pela UNESCO. Representa a união de 250 associados que todos os anos entregam as suas melhores uvas para produzir os mais variados vinhos. Mulheres, homens, famílias que se dedicam à arte secular de produzir a vinha e as uvas que tornam estes vinhos tão únicos. Um conhecimento geracional que se preserva contra a adversidade, contra o facilitismo e contra o esquecimento.

Na Cooperativa, as uvas apanhadas à mão nas vinhas rochosas, permitem preservar a cultura autêntica que recorreu a singelas e frágeis paredes de pedra de basalto para proteger a vinha, que teimosamente vingaria, das condições climatéricas adversas que se fazem sentir neste Portugal Insular.

Na área do enoturismo existe um enorme potencial a desenvolver, mas já se podem realizar visitas variadas (diferentes tipos de toiurs) com visita à adega, provas de vinhos e produtos regionais.

Conheça melhor este produtor aqui: https://www.picowines.com/.

O artigo foi originalmente publicado em Enoturismo de Portugal.

Últimas