Quatro Vintages 2019 da Sogevinus

A experimentar

Em 2021, o grupo Sogevinus declara o lançamento de dois Vintages Single Quinta – Kopke Quinta de São Luiz e Burmester Quinta do Arnozelo 2019 – e dois Vintages Clássicos sob a chancela das Casas Cálem e Barros

Em 2019, “a diversidade de solos, castas, exposições e altitudes permitiram maturações faseadas, fundamentais para a obtenção de uvas com elevada qualidade”, salienta Márcio Nóbrega, responsável de viticultura da Sogevinus Fine Wines.

Assim, face a uma vindima com uma janela de maturação mais longa, a atenção ao detalhe em cada parcela e o controlo permanente do estado de maturação das uvas foram os factores-chave para a obtenção de mostos frescos, aromáticos, com taninos assertivos e de grande intensidade corante originando vinhos com grande potencial de evolução.

Kopke, Quinta de S. Luiz Vintage 2019

Na Quinta de S. Luiz, situada na margem esquerda do rio Douro na sub-região do Cima Corgo, a vindima de uvas para Vinho do Porto iniciou-se a 09 de Setembro com tempo seco e temperaturas moderadas, que proporcionaram maturações graduais.

As amplitudes térmicas registadas em Agosto e Setembro foram bastante favoráveis à maturação das uvas. A ausência de chuva acompanhada das temperaturas altas, normais na região do Douro, a par de noites frescas contrastaram com os excessos verificados nos Verões dos últimos anos.

Foi neste contexto que se selecionaram uvas de cotas médias e baixas, de exposição norte / noroeste, provenientes exclusivamente das parcelas plantadas entre os 110 e os 135 metros de altitude, para produzir este Vintage da Quinta de São Luiz. Do lote fazem parte a Touriga Nacional – que lhe atribui frescura e notas de fruta – e uvas provenientes de Vinhas Velhas, com mais de 80 anos, que lhe conferem assertividade e concentração.

De tonalidade negra escura com laivos violetas, este Vintage seduz de imediato pela sua riqueza aromática de onde sobressaem aromas florais, alguns mentolados, notas de fruta negra como bagas de mirtilo e apontamentos de notas fumadas. No palato revela uma acidez assertiva conjugada com taninos intensos, a marcar o estilo dos Vintage Single Quinta da Casa Kopke. A fruta fresca apresenta-se delicada e o fim de boca é longo e arrebatador, antecipando o magnífico potencial de envelhecimento.

“Um Vintage firme, fresco e intenso que tem na sua amplitude um grande equilíbrio”, refere Carlos Alves.

Foram produzidas apenas 4.153 garrafas 750ml e 231 garrafas Magnum deste Vintage de forma a dar continuidade ao legado da mais antiga Casa de Vinho do Porto que tem como berço a histórica Quinta de São Luiz.

Burmester, Quinta do Arnozelo Vintage 2019

Na Quinta do Arnozelo, situada na sub-região do Douro Superior, a vindima de uvas para vinho do Porto arrancou a 16 de Setembro com o corte da Touriga Nacional exposta a nordeste a 280 m de altitude, avançando para a Touriga Franca, de parcelas a 200m de altitude e viradas a nascente, e para a Tinta Roriz virada noroeste com uma altitude de cerca e 250m.

Continue a ler o artigo em alivetaste.

Últimas