Provou 1000 vinhos num mês e reuniu tudo no novo guia imperdível do Douro

A experimentar

Pensado para meios entendedores, para “zeros à esquerda” e para experts em vinhos, o livro “Vinhos do Douro” compila a apreciação de mil vinhos por parte do jornalista e enófilo João Paulo Martins.

Há 31 anos que é jornalista na área dos vinhos, e há outros tantos que João Paulo Martins realiza provas, mas nem por isso deixou de ser desafiante provar 1000 vinhos num mês, metade do tempo num quarto de hotel no Porto, a outra metade em Lisboa.
Em média, conta à MUST, provou 30 vinhos por dia, começava quase sempre às 9h, a seguir ao pequeno-almoço. “É uma profissão como qualquer outra” afirma, o que não deixa de ser peculiar porque existe sempre um fascínio inerente ao universo dos vinhos. O objeto de estudo desta missão? Os vinhos Doc Douro, dos pequenos aos grandes produtores, daqueles que se encontram facilmente aos que é preciso ir ao confins da região para se conseguir uma das escassas garrafas que podem ainda existir.

Organizado por produtor e por ordem alfabética, mas também por preço médio, o “Vinhos do Douro” é uma viagem ao melhor desta região incrível, ou devemos dizer do Portugal incrível? É uma descoberta constante ao virar de cada página, cada nota de prova foi ponderada ao máximo para ser de fácil interpretação para o leitor, seja ou não enólogo, seja ou não apreciador ou entendedor de vinhos. Tal como João Paulo Martins fazia com o guia Vinhos de Portugal, que publicou durante 23 anos.

Continue a ler o artigo em Jornal de Negócios.

Últimas