7 menus para ter uma mesa cheia na Páscoa e zero trabalho na cozinha

A experimentar

De norte a sul do País, estes restaurantes levam-lhe a Páscoa a casa com todo o sabor. Do polvo à lagareiro para a sexta-feira Santa ou um cabrito para domingo, temos várias opções, bem como alternativas vegetarianas.

Mais uma Páscoa confinados, não é verdade? Tal como no Natal, também agora as celebrações religiosas continuam a ser feitas em casa e de forma consciente: apenas com o agregado familiar, até porque as restrições durante este período festivo não permitem circular entre concelhos desde sexta-feira, 26 de março, até 5 abril.

Mas nada o impede de seguir o lema “poucos, mas bons”, ou melhor: em bom. Pode mandar vir uma refeição completa de um restaurante ou de um hotel para celebrar a Páscoa em família, sendo que em qualquer um o requinte é garantido, bem como o alívio de não ter de passar horas na cozinha a preparar o cabrito para o almoço do domingo de Páscoa.

De norte a sul do País, não faltam opções de onde pode mandar vir um menu (bem recheado) com entradas, prato, sobremesa — e, claro, um bom vinho para cumprir com aquilo que também havia na mesa da Última Ceia de Jesus Cristo com os apóstolos.

Aliás, até há um menu inteiramente dedicado a este momento da história, neste caso com assinatura do chef Bertílio Gomes da Taberna Albricoque. Já outros restaurantes, como o SUD Lisboa, apresentam um conceito mais moderno, mas sem esquecer o tradicional cabrito ou o folar.

Páteo Velho

O Páteo Velho apresenta-se com menu novo. Depois de se ter convertido às entregas em casa (passando a Páteo Velho at home), o restaurante não podia deixar de dedicar um menu à Páscoa com que há de mais tradicional: cabrito à antiga assado no forno com arroz de miúdos e, no peixe, bacalhau de escabeche com tomate cereja e batata a murro.

Estas são apenas dois dos pratos principiais do menu, mas a refeição abre de forma apetitosa com queques de enchidos e sopa de peixe e termina com sobremesas próprias da época: folar, pão de ló tradicional húmido e uma receita do Páteo Velho de amêndoas caramelizadas.

Tudo isto custa 75€ para duas pessoas e 140€ para quatro — ambos têm oferta de vinho da Adega 23.

Encomendas: até 1 de abril. A entrega é feita no sábado, 3 de abril entre as 10h e as 19h. Taxa gratuita para nos concelhos de Alenquer, Torres Vedras, Sobral de Monte Agraço, Arruda dos Vinhos, Vila Franca de Xira, Loures, Odivelas, Lisboa, Amadora, Oeiras e Cascais.
Contactos: 936 330 173 ou 926 652 594

Está-se Bem em Casa

Talvez por força do hábito, acabámos por tomar o gosto de estar em casa. Nesse sentido, o projeto Está-se Bem em Casa quis levar até sua casa os sabores da comida que antes se degustava no espaço do restaurante Taberna Está-se Bem. Devidamente embalados em vácuo, aos pratos que passaram para take away e entrega ao domicílio em novembro, agora junta-se uma nova oferta para celebrar a Páscoa caseira deste ano.

O menu “Páscoa Feliz” (66€ para duas pessoas), que se prepara em 15 minutos, começa com um queijo de São Jorge DOP, passa para uma sopa de penca e para prato principal há o tradicional cabrito transmontano DOP assado com arroz de miúdos, grelos e batata assada — e não precisa de abusar ao almoço para aproveitar a única vez no ano em que come cabrito. É que esta iguaria vai passar a fazer parte da carta do Está-se Bem em Casa.

Quanto a sobremesas, estas não ficam atrás da mesa recheada que temos no Natal: conte com pudim Abade de Priscos, pão de ló húmido (que pode acompanhar com o restante queijo) e amêndoas da Páscoa. Para digerir tudo, o menu faz-se acompanhar de uma garrafa de vinho.

Encomendas: até 29 de março para entrega de norte a sul do País e até 2 de abril para entrega no Grande Porto
Contactos: telefone (913 200 010) ou e-mail (emcasa@estasebem.com).

Continue a ler o artigo em MAGG.

Últimas