Parceiros Na Criação. Quando o vinho é um dote de casamento

A experimentar

João e Joana. Ele representa o Douro e ela o Tejo. Juntos, no vinho e na vida, são os responsáveis pelo Dote, nome que simboliza a origem do projeto Parceiros Na Criação e a união de duas regiões.

A terra duriense que João Nápoles de Carvalho trabalha ativamente desde a década de 1990 foi o dote de casamento que o bisavô Artur de Magalhães Pinto Ribeiro, primeiro presidente da histórica Casa do Douro, deu à filha em 1931. Anos e gerações depois, João começa a tomar conta da área que então pertencia ao pai, a “parte de cima” da Quinta de Monte Travesso. Não o faz por obrigação, mas por um gosto que se mantém até aos dias de hoje, altura em que outro Dote, nascido uma vez mais de um casamento, vê a luz do dia — mas já lá vamos.

Continue a ler o artigo em Observador.

Últimas