Um wine hotel com variedade enoturística

A experimentar

Desde 1999, altura em que adquiriu a Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, a família Amorim realizou elevados investimentos na viticultura, tendo plantado 55 hectares de vinha e restaurado uma antiga adega datada de 1764. Aliás, todo o património histórico desta quinta foi cuidadosamente preservado. A antiga casa senhorial, datada do século XVIII foi reconstruída e transformada no primeiro hotel vínico português. Inaugurado em 2005, o projecto inclui ainda um museu histórico com objectos antigos restaurados – a maioria utensílios rurais – que ajuda a compreender a história da quinta e a vida no Douro.

Na área do enoturismo, além das visitas à adega, provas e cursos de vinhos, almoços e jantares harmonizados com os vinhos da quinta, podem adquirir-se garrafas de vinho na loja, que também tem azeite, compotas, azeite, mel e tisanas. Piqueniques e winetours pela propriedade são outras opções. Caça ao tesouro, andar de BTT ou de comboio, helicóptero, barco ou canoa, é tudo possível. Slide, tiro ao alvo e jogos tradicionais completam a vasta lista de actividades disponíveis. No restaurante Conceitus Winery, destacam-se receitas regionais e os produtos da época.

Conheça melhor este produtor, aqui: https://www.quintanova.com/pt/

O artigo foi publicado originalmente em Enoturismo de Portugal.

Últimas