21 vinhos dos enólogos que reinventaram os caminhos da Região dos Vinhos Verdes

A experimentar

Apresentamos aqui uma seleção de 21 vinhos dos enólogos que reinventaram os caminhos da Região dos Vinhos Verdes. Excecionalmente, não apresentamos as classificações para cada vinho, optámos por dar a conhecer os vinhos dos nossos bravos dos Vinhos Verdes, e o que em cada um deles é inovador. Boas provas!

Loureiro Private Verde branco 2019 (12%) | Anselmo Mendes

Preço 30 euros

100% Loureiro. Uvas da parcela Encosta do Pombal da Quinta da Torre, em Monção, solos xistosos. Propriedade de Anselmo Mendes, é um micro-terroir cheio de personalidade e nuances. O vinho é expressivo, a fazer falar a casta de forma rara, numa dualidade fascinante de notas de chá e ervas aromáticas e ao mesmo tempo um citrino pronunciado.

Parcela Única Alvarinho Monção e Melgaço Verde branco 2018 (13%) | Anselmo Mendes

Preço 32 euros
100% Alvarinho. Um vinho que é também um manifesto de Anselmo Mendes, produzido a partir de uma vinha com cerca de 25 anos. Segue a sua lógica única de intervenção mínima, para que só a terra exprima o que tem para dar. O estágio em madeira é imperceptível e a longevidade é eterna. O enólogo e criador de vinhos trabalha aqui num tempo futuro.

Curtimenta Alvarinho Monção e Melgaço Verde branco 2017 (13%) | Anselmo Mendes

Preço 25 euros
100% Alvarinho. Como o nome indica, o vinho foi produzido com maceração e fermentação conjunta de películas, grainhas, engaces e mosto, como normalmente se faz na produção de vinhos tintos. Exige conhecimento profundo e histórico e representa mais um vector de inovação de Anselmo Mendes, respeito e veneração pela grande tradição e pelo clássico.

Zafirah Monção e Melgaço Verde tinto 2019 (11.5%) | Constantino Ramos

Preço 12 euros
Vinha velha de latada (70 anos) na zona mais alta de Monção, região de Vale do Mouro, propriedade de um parente próximo da mulher de Constantino Ramos. Claro que o local não escapou ao olho treinado do criador de vinhos, e a pedrada no charco não se fez esperar muito. Alvarelhão (maioria), Borraçal, Pedrão e um pouco de Vinhão compõem este tintou ousado.

Zafirah Vinha da Rocha tinto Monção e Melgaço Verde tinto 2019 (11,5%) | Constantino Ramos

Preço 35 euros
Inspiração na grande tradição dos tintos Viana do Castelo e de Moreira do Lima. Alvarelhão, Verdelho Feijão, Borraçal e algum Vinhão, vinha velha entre 250 e 350 metros. Este é um caso sério de verde tinto que vai contra a corrente ao apresentar-se como vinho de guarda. Fermentou e estagiou 11 meses em barricas novas de carvalho francês. Está prestes a ir para o mercado.

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas