AHRESP. Mais de 80% das empresas de restauração com quebras acima dos 60% na faturação em fevereiro

A experimentar

AHRESP pede reforço dos apoios às empresas. Associação sectorial diz que “o prolongamento do estado pandémico, que tem obrigado a sucessivos estados de emergência” continua a provocar “fortes quebras de faturação” nas empresas da restauração, similares e alojamento.

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) anunciou esta quarta-feira que 83% das empresas do sector da restauração regista perdas acima dos 60% na faturação, de acordo com um inquérito realizado em fevereiro.

Em comunicado, a AHRESP salienta que “o prolongamento do estado pandémico, que tem obrigado a sucessivos estados de emergência” e, consequentemente, à “redução significativa das atividades” da restauração, similares e alojamento, continua a provocar “fortes quebras de faturação”.

Continue a ler o artigo em O Jornal Económico.

Últimas