Este gelado de vinho tinto é tudo o que o confinamento estava a pedir

A experimentar

É muito fácil de fazer, só precisa de seis ingredientes. Enquanto o prepara pode sempre beber um copo de outra garrafa.

Já deve ter perdido a conta às garrafas de vinho que bebeu, moderadamente, claro, nas últimas semanas. A próxima que abrir pode não servir num copo. Em vez disso, sugerimos que prepare uma receita. Nada de guisados ou assados no forno. A sugestão é mesmo uma sobremesa, um aromático gelado de vinho tinto.

Tudo começa como se estivesse a preparar vinho quente. É levar o vinho ao lume com canela e deixar reduzir ligeiramente. Na receita do blogue “Nossa História de Todos Nós”, apenas é acrescentada esta especiaria, mas pode juntar outras a gosto para tornar a sobremesa com ainda mais aromas. Cravinho e estrela de anis são algumas das que sugerimos.

A restante base é feita como se de um gelado tradicional se tratasse, com ovos, açúcar, natas e leite. Claro que convém que seja um vinho razoável, já que o sabor será bastante evidenciado na sobremesa. No final deste artigo damos-lhe algumas boas referências que pode usar.

O gelado tem de ir ao congelador por algumas horas antes de estar pronto a comer. Na altura de servir pode até juntar um pouco de um licor ou vinho do Porto para tornar a sobremesa ainda melhor.

Do que precisa

– uma garrafa de vinho tinto

Continue a ler o artigo em NIT.

Últimas