Já comeu um fermentado hoje? Conheça-lhes os benefícios

A experimentar

Se comeu pão, iogurte, chocolate, já consumiu um fermentado hoje. Saiba quais são os benefícios que obtém destes alimentos e a diferença entre fermentação natural e industrial.

Fermentar significa um processo enzimático de transformação dos alimentos. É o método de conservação mais antigo de todos.

Existem, no entanto, vários tipos de fermentação: a natural e a industrial.

O processo de fermentação natural permite reforçar os probióticos existentes nos alimentos, a par da exaltação da função enzimáticaJá o processo de fermentação industrial é feito através da adição de substitutos químicos de bactérias.

O processo de fermentação natural é, claro, muito mais benéfico para o nosso organismo. É mais lento e moroso, mas a qualidade do resultado é incomparável.

E quais os benefícios do consumo de fermentados?

O consumo de fermentados tem efeitos muito positivos para o nosso organismo, entre os quais:

– Favorecimento da digestão (pela ação probiótica e favorecimento do trânsito intestinal). O processo de fermentação funciona quase como uma pré-digestão, em que alguns compostos se começam a decompor, como é o caso do glúten, da lactose e das toxinas. Dá-se um processo de desintoxicação em que parte dos ácidos tóxicos deste processo são libertados, tornando os fermentados alimentos seguros para serem consumidos – independentemente do tempo de fermentação longa;

– Promove a correta e fácil assimilação dos alimentos pelas enzimas e vitaminas presentes;

Continue a ler o artigo em MAGG.

Últimas