N’O Pastus cozinha-se com proximidade e sabor a mercado

A experimentar

Hugo Dias de Castro dá vida ao receituário tradicional sem medos, apostando na técnica. Abriu em Junho passado, mas a Time Out visitou-o agora a partir de casa.

Desta vez, a lógica inverte-se e é o restaurante que vem ter connosco a casa. Nas últimas semanas, escrever sobre comida perdeu muitas das peculiaridades a que os jornalistas estavam habituados: os restaurantes estão encerrados; não há pormenores a saltarem à vista; as conversas acontecem na esfera virtual e a comida não é provada na hora. Mas cozinhar para alguém à distância tornou-se uma experiência semelhante – quem o diz é Hugo Dias de Castro, chef e um dos proprietários d’O Pastus, em Oeiras.

O peixe chega-lhe pela mão de Quim, afamado pescador da zona. Os enchidos, queijos, frutas e legumes são lhe assegurados pela Dona Rosa, comerciante veterana do Mercado de Paço d’Arcos. Ali, ainda que, por agora à porta fechada e apenas com serviço de entregas ou de take away, é posta em prática “uma cozinha de mercado e de proximidade”, assegura o chef, que antes de se lançar no novo projecto em Junho de 2020, passou pela Casa da Dízima e pela Casa de Pasto, em Lisboa.

Continue a ler o artigo em Time Out Lisboa.

Últimas