Covid-19: Vinhos e espumantes da Bairrada com quebras de 30% em 2020

A experimentar

Com restauração limitada, sem festas ao longo do ano e sem grandes celebrações da passagem de ano, a quebra deverá sentir-se mais nos espumantes.

A comercialização de vinhos e espumantes da região da Bairrada registou, em 2020, uma quebra na ordem dos 30% por causa da pandemia da covid-19, disse à Lusa o presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB).

Segundo Pedro Soares, os produtores sentiram um “impacto muito forte por ser uma região que tem uma presença muito grande no canal HORECA (Hotéis, restaurantes e cafés), que esteve [e volta a estar] fechado”.

“Vamos sentir novamente muito este novo confinamento, que terá um impacto fortíssimo, embora exista alguma transferência de vendas para o online” e para a grande distribuição”, salientou o dirigente.

Continue a ler o artigo em Público.

Últimas