Feitoria vence prémios Mesa Marcada e restaurante Essencial é o melhor take-away

A experimentar

João Rodrigues manteve-se “número um” nas categorias Chefes e Restaurantes, com o Feitoria, mas esta edição trouxe novidades, como o Prémio Especial Bom Sucesso Take-Away atribuído ao restaurante Essencial, de André Lança Cordeiro.

Mais um ano, mais uma edição dos prémios Mesa Marcada. Apesar de 2020 ter sido um ano muito difícil para o setor da restauração, a organização não quis deixá-lo passar em branco, “para daqui a 10 anos se perceber o que se passou no âmbito de uma premiação” em contexto de pandemia. Numa “gala” emitida virtualmente, o primeiro lugar foi mais uma vez para o restaurante Michelin Feitoria (Lisboa), de João Rodrigues, correspondente às categorias Chefes e Restaurantes, mas houve novidades.

Segundo o website Mesa Marcada, O Velho Eurico (Lisboa), liderado por Zé Paulo Rocha, regressou ao ranking com o Prémio Especial César Castro Mesa Diária, enquanto que o Essencial, de André Lança Cordeiro, levou o Prémio Especial Bom Sucesso Take-Away, distinção criada nesta edição “a pensar na nova conjuntura em que o sector tem vivido”.

“Nos prémios que resultam da votação de um júri específico e restrito”, o Prémio Especial Chefe de Pastelaria 2020 foi atribuído a Américo dos Santos, do restaurante Belcanto. “Participaram na escolha 38 votantes, maioritariamente profissionais de pastelaria, mas também clientes, jornalistas e um ou outro chefe de cozinha, todos com uma característica em comum: o gosto particular por esta área”, diz a Mesa Marcada.

Continue a ler o artigo em Evasões.

Últimas