Região dos Vinhos Verdes tem produtores a crescer 20% e outros a perder 80%

A experimentar

Comissão de viticultura da região vai criar um novo segmento para vinhos de topo. O objetivo é valorizar o produto

O vinho verde decidiu cerrar fileiras contra a crise e, em ano de pandemia, começou a trabalhar com a consultora inglesa Wine Intelligence para lançar um novo segmento de verde posicionado “num patamar superior”. “A ideia é puxar pelo preço, valorizar o vinho”, diz ao Expresso Manuel Pinheiro, presidente da CVRVV — Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes.

“Ambicionamos ter rótulos na prateleira acima dos 10 euros”, adianta Manuel Pinheiro, confiante no potencial da sua região para vencer esta guerra de preços e lançar no mercado um novo perfil de verde topo de gama a partir de setembro de 2021, a exemplo do Super Tuscan, na Toscânia.

Continue a ler o artigo em Expresso.

Últimas