HOWARD’S FOLLY ESTREITA LAÇOS ENTRE VINHO, ARTE E CARIDADE

A experimentar

Com o lançamento das suas últimas colheitas – o Sonhador Branco 2019, o Sonhador Tinto 2016, o seu primeiro Rosé, o 2019, e em breve, o tão aguardado Alvarinho 2018 -, a Howard’s Folly está a destacar a vertente caritativa do seu projeto, reafirmando a sua ligação à Sovereign Art Foundation, com rótulos desenhados por crianças que a instituição apoia.

Vinho, arte e caridade são os três pilares da Howard’s Folly. A adega urbana, situada na cidade Alentejana de Estremoz, é conhecida pela sua forte componente artística, com obras de arte contemporânea, de artistas internacionais, espalhadas pelas suas instalações, e tendo recentemente inaugurado uma galeria de arte numa das torres do edifício.

Quanto à vertente caritativa do projeto, até agora, consistia em apoiar a Sovereign Art Foundation (SAF) – uma instituição de caridade baseada na arte, criada pelo fundador da Howard’s Folly, o empreendedor e colecionador de arte Howard Bilton -, doando parte das receitas das vendas de vinho à instituição.

Tendo vivido muitos anos na Ásia, Howard Bilton testemunhou em primeira mão o trauma que as crianças das ruas sofrem em países tal como o Vietnam e o Camboja. Traumas sobre os quais crianças têm dificuldade em falar. Foi por esta razão que ele criou a SAF, ao perceber que a arte e a pintura poderiam ser usadas como forma alternativa de terapia. Ele fundou a instituição de caridade em 2003, com dois objetivos bem claros: reconhecer novos talentos da arte contemporânea em todo o mundo, e levar os benefícios comprovados das artes expressivas para crianças carenciadas.

Todos os anos, a fundação organiza o Sovereign Asian Art Prize, um concurso de arte, cujos lucros revertem em parte para a fundação, e cuja obra vencedora é destacada no rótulo de um vinho Howard’s Folly. Este ano, Howard Bilton decidiu celebrar o trabalho que a instituição desenvolve de forma ainda mais clara: reproduzindo obras de crianças, que participaram num dos seus programas de reabilitação, nos rótulos dos seus vinhos Sonhador.

Ao comprar estes vinhos – dois brancos, um rosé e um tinto (cada um € 12,00/ garrafa) -, não está apenas a comprar excelentes colheitas, produzidas pelo premiado enólogo australiano David Baverstock, também está a ajudar crianças desfavorecidas.

Atualmente a Sovereign Art Foundation ajuda crianças na Ásia, e em breve também apoiará crianças em Portugal. “Há vários anos que a SAF organiza um Prémio de arte para escolas, destinado a incentivar a arte nas escolas em Portugal”, explica Howard Bilton. “Este prémio tem estado em grande medida focado nas escolas do Algarve, mas agora existem planos para o alargar para todo o país.”

O artigo foi publicado originalmente em Revista de Vinhos.

Últimas

Diane had been caught watching porn on her computer at work and was given milfbee.com a punishment by her boss. She was told to take her pants and panties xoxxx.net off and put on a strapon sex toy. She was then ordered to kneel tomfrigs.com in front of her boss and give her a handjob. Diane was nervous but bluefucking.com excited as she complied with her boss's demands. She felt the strapon against her pornoschip.com skin and suddenly realized how naughty she felt. She started to stroke her boss's firelard.com cock with increasing speed and she could feel her orgasm building. Finally, she let pornodocs.com out a loud moan as she came all over her boss's cock. Her boss bunnyporno.com was pleased and told her she would be back for more punishment soon.