Vinhos das regiões da Bairrada, Alentejo e Lisboa: São nacionais, são bons!

A experimentar

Os espumantes portugueses são cada vez mais e melhores, como acaba de ser demonstrado pelas Caves de São Domingos ao apresentarem, por ocasião da festa dos 130 anos da criação dos espumantes da Bairrada, os seus quatro espumantes brutos: São Domingos Extra Reserva DOC Bairrada, Elpídio Superior 2014, Lopo de Freitas 2014 e Elpídio 80 (por ordem hierárquica, sendo o último uma edição especial). Havemos de falar deles todos porque são de qualidade acima da média, ao invés dos preços, que estão abaixo. Desta vez optamos pelo Extra Reserva, que é entrada de gama, sem data de colheita, mas com 24 meses de cave, sinal de cuidado e de rigor. É o primeiro Extra Reserva com direito à denominação Bairrada DOC, juntando-se aos demais espumantes brutos São Domingos, que, a partir de agora, provêm todos de uvas exclusivamente produzidas na região. Tem mais categoria do que aparenta, atendendo ao preço.

Também é um grande vinho o branco Pousio Antão Vaz & Alvarinho Branco 2019, da Herdade do Monte da Ribeira, no Alentejo. Vem das terras da Vidigueira e combina a casta Antão-Vaz, porventura a mais emblemática de todo o território transtagano, com a Alvarinho, que começou por reinar no noroeste dos Vinhos Verdes, a partir do seu trono em Monção & Melgaço, e acabou por se impor em todo o País vinhateiro. A dupla é claramente vencedora, como prova este vinho, sem dúvida estupendo.

Outro vinho de categoria é o Dona Aninhas Rosé, queiram ou não os detratores deste tipo de produto. Fruto do desejo de António Parente, proprietário da Quinta de S. Sebastião, em Arruda dos Vinhos, de homenagear a sua mãe – a Dª Aninhas –, teve intérprete à altura no enólogo Filipe Sevinate Pinto, que desenhou um rosé elegante, deveras sedutor.

São Domingos Espumante Extra Reserva Bruto
Resulta de um lote de uvas Arinto, Cercial e Chardonnay, vindimadas por castas, com a primeira fermentação em inox, para o vinho-base, e a segunda em garrafa, na qual estagia 16 meses, refinando o equilíbrio, a elegância e o sabor. Tem aspeto brilhante, cor dourada muito suave, aroma jovem com boas notas frutadas, paladar muito fresco, vivo e apelativo. Para todas as ocasiões, até pela excelente relação qualidade/preço. €6,20

Pousio Antão Vaz & Alvarinho Regional Alentejano Branco 2019
Grande dueto com exibição mais do que convincente das castas portuguesas Antão-Vaz e Alvarinho, as quais revelam, ao mesmo tempo, a excecional aptidão das terras da Vidigueira para produzir bons vinhos. Este é luminoso, com aspeto brilhante, aroma intenso com notas de frutos citrinos e sobretudo tropicais, paladar cheio de frescura, de fruta e de sabor. Um vinho cativante, que não se esquece. €12,50

Dona Aninhas Quinta de S. Sebastião Reserva Rosé 2019
Provém de uvas das castas Touriga-Nacional, Merlot e Castelão. Tem cor salmonada, aroma complexo com mais evidências das especiarias do que da fruta, paladar elegante, bem estruturado, seco, com enorme frescura e cativante mineralidade. Eis como de um rosé se pode dizer: “Grande vinho!” €14,99

Últimas